DIÁRIO DO PAÍS - Contra fatos, não há argumentos!

Sexta-feira, 01 de Marco de 2024
Museu Vivo da Barra do Jucu encerra oficinas criativas com muito congo no Corredor Cultural e Gastronômico

Geral

Museu Vivo da Barra do Jucu encerra oficinas criativas com muito congo no Corredor Cultural e Gastronômico

Realizada com apoio da Secretaria da Cultura (Secult), a programação acontece neste sábado (17) e domingo (18), em Vila Velha.

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Os ofícios da costura e do bordado estão entre os mais antigos registrados pela história da humanidade. Mesmo com muitos avanços tecnológicos dispensando a ação humana, ter peças exclusivas e originais, produzidas com carinho por mãos hábeis de uma costureira e transformadas em obra de arte por uma bordadeira, ainda é algo muito valorizado por uma parcela significativa da população.

Com o objetivo de apresentar esse trabalho, valorizando aspectos regionais e a identidade cultural e artística de uma comunidade, o Museu Vivo da Barra do Jucu, em Vila Velha, realiza neste sábado (17), a partir das 17h, o evento de encerramento de suas oficinas de costura, bordado e produção de estandartes. Na ocasião haverá exposição das peças produzidas pelas alunas, entrega de certificados e apresentações da banda de congo Mestre Alcides e do trio musical Dulce, Lobão e Simone.

Além da apresentação da banda Mestre Alcides, no sábado, o domingo (18) também promete muito congo com a banda Tambor Jacarenema para animar a comunidade, a partir das 15h, na Praia do Barrão.

Publicidade

Leia Também:

Realizadas com recursos do Governo do Estado, por meio de emenda parlamentar, repassados pela Secretaria da Cultura (Secult), as oficinas contaram com a participação de 20 pessoas e tiveram início em novembro de 2022.

“O projeto marcou a reativação do Núcleo Produtivo do museu. Buscamos em todas as oficinas trabalhar com a valorização dos ícones das tradições e da cultura da nossa comunidade. Agora queremos mostrar esse resultado para a comunidade”, afirma o coordenador do museu, Ricardo Vereza.

As apresentações musicais integram o projeto “Congo no Corredor Cultural e Gastronômico da Barra do Jucu”, realizado com recursos do Fundo de Cultura do Estado do Espírito Santo (Funcultura), por meio do Edital 008/2012 – Patrimônio Imaterial Registrado, da Secult.

Economia criativa

O projeto das oficinas reativou o Núcleo Produtivo do Museu Vivo, que incentiva o fortalecimento da economia criativa na comunidade. As peças produzidas durante as atividades de formação buscaram valorizar a iconografia das tradições e da cultura da Barra do Jucu, seu meio ambiente e suas personalidades. 

Parte das peças serão destinadas a restaurantes e bares. São trabalhos compostos de toalhas, jogos americanos e guardanapos, em que foram bordadas aroeiras, pitangas, algas, garças, a renda de bilro e a igreja centenária da comunidade. Nos estandartes, há o congo, com seus mestres e rainhas, as praias, entre outros ícones da região.

O objetivo, segundo Ricardo Vereza, é fazer com que todos possam contribuir para ajudar a cultivar e preservar a cultura e os recursos naturais da comunidade como patrimônio muito importante. Além de incentivar o empreendedorismo, com produtos de qualidade e cheios de simbolismo. 

“Ao trabalhar peças para o setor gastronômico, queremos mostrar para o setor que a comunidade e todas as suas potencialidades são importantes para atrair clientes, e que estamos preparando profissionais para atender a essa demanda de serviço. Esses são princípios da economia criativa. Cultura e economia andam juntas e de mãos dadas”, ressaltou Ricardo Vereza. 

O Corredor Cultural e Gastronômico da Barra do Jucu, em Vila Velha, visa incentivar o turismo e a ocupação dos espaços públicos do bairro, fortalecendo o comércio local e incentivando as artes, com galeria livre, artesãos e outros espaços artísticos. Após os desafios impostos pela pandemia de Covid-19, o projeto foi criado para fomentar o conhecimento e a participação dos moradores e visitantes em atividades culturais.

Serviço:

 

Encerramento das oficinas

Data: 17/06 (sábado)

Horário: às 17h

Local: Centro Cultural Tambor de Congo,

Av. Ana Penha Barcelos, 166, Barra do Jucu, Vila Velha

Congo no Corredor Cultural e Gastronômico da Barra do Jucu

Banda Mestre Alcides

Data: 17/06 (sábado)

Horário: às 17h

Local: Centro Cultural Tambor de Congo,

Av. Ana Penha Barcelos, 166, Barra do Jucu, Vila Velha

Banda Tambor Jacarenema

Data: 18/06 (domingo)

Horário: às 15h

Local: Praia do Barrão, na Barra do Jucu

Em frente aos restaurantes Casa Di Mar e Farol

FONTE/CRÉDITOS: Secom Espírito Santo
FONTE/CRÉDITOS (IMAGEM DE CAPA): Foto: Claudia Fialho/Divulgação
REDAÇÃO DIÁRIO DO PAÍS

Publicado por:

REDAÇÃO DIÁRIO DO PAÍS

Com um novo jeito de gerar conteúdo, o Diário do País surge para somar forças junto aos demais veículos de comunicação da Paraíba e do Brasil, numa proposta de trazer o melhor conteúdo para os nossos leitores. Somos um jornal cristão,...

Saiba Mais
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal Diário do País+

Leia matérias e colunas exclusivas, anuncie no guia comercial e +. Grátis!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )