DIÁRIO DO PAÍS - Contra fatos, não há argumentos!

Sexta-feira, 01 de Marco de 2024
Animal morto em cavalgada passa por exames periciais.

Geral

Animal morto em cavalgada passa por exames periciais.

Por Alexandre Cunha (Pol. Científica)10/06/2023 18h07A Polícia Científica do Pará (PCEPA), por meio do Núcleo de Crimes Ambientais (NCA), realizou a perícia sobre a morte de um cavalo que participava de uma cavalgada de uma renomada e tradicional feira ag

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A Polícia Científica do Pará (PCEPA), por meio do Núcleo de Crimes Ambientais (NCA), realizou a perícia sobre a morte de um cavalo que participava de uma cavalgada de uma renomada e tradicional feira agropecuária no município de Redenção, no Sul do Estado, no último domingo (04). O procedimento foi realizado ontem (9), ao atender solicitação da Polícia Civil (PC), que investiga o caso como forma de indicar se a morte do animal estaria relacionada a situação de maus tratos, uma vez que a perícia criminal veterinária tem sido decisiva nesse tipo de crime.

O trabalho da perícia envolveu, inicialmente, a exumação do corpo do animal para exame de necropsia forense, que foi realizado no aterro sanitário de Redenção, local onde o equino havia sido sepultado, com fins de determinar a causa do óbito, como também, constatar se houve maus tratos ao cavalo durante o evento. "A perícia irá buscar possíveis alterações que possam sugerir que o animal passou por esforço excessivo, sem o descanso necessário", aponta a perita criminal Laís Pereira, que é médica veterinária.

Ainda de acordo com a perita, devido as condições do corpo do equino, alguns exames complementares não serão feitos, porém não irá comprometer o resultado final do laudo. "O animal estava em avançado estado de putrefação, não sendo justificável coleta de material para exames. Porém, as alterações encontradas nos órgãos ainda podem ajudar a compreender a causa da morte", completou a perita Laís Pereira.

Publicidade

Leia Também:

O laudo que será produzido pela perita criminal irá subsidiar as investigações sobre o caso, que poderá resultar em sanções contra o dono ou outras pessoas envolvidas com a morte do animal, baseado na aplicação da Lei Federal n°9.605/98 que se confirmado o abuso ou maus tratos contra o equino, prevê detenção de três meses a um ano e multa.

FONTE/CRÉDITOS: Secom Pará
FONTE/CRÉDITOS (IMAGEM DE CAPA): Crédito: Ascom/Pcepa
REDAÇÃO DIÁRIO DO PAÍS

Publicado por:

REDAÇÃO DIÁRIO DO PAÍS

Com um novo jeito de gerar conteúdo, o Diário do País surge para somar forças junto aos demais veículos de comunicação da Paraíba e do Brasil, numa proposta de trazer o melhor conteúdo para os nossos leitores. Somos um jornal cristão,...

Saiba Mais
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal Diário do País+

Leia matérias e colunas exclusivas, anuncie no guia comercial e +. Grátis!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )